CATFISHING: O QUE SABER PARA SE PROTEGER DESTE CRIME

O catfishing é uma nova modalidade de crime virtual que vem crescendo nos últimos tempos. É uma das formas que criminosos usam para conseguirem vantagens financeiras e emocionais.

Quer saber mais como o catfishing funciona e como você pode se proteger dele? Então, siga conosco neste artigo!

O QUE É O CATFISHING?

Segundo a definição no Wikipédia, catfishing é quando uma pessoa se passa por outra na internet para conseguir alguma vantagem. O criminoso estabelece uma relação de confiança com a vítima, fazendo com que ele consiga dinheiro, relacionamento amoroso ou qualquer outra coisa que seja de seu interesse.

O golpista cria um perfil falso em redes sociais, com fotos e dados pessoais de uma terceira pessoa – que costuma ser verdadeira. Geralmente, os perfis falsos são criados em sites e aplicativos de relacionamento, pois a forma mais comum para envolver a vítima é utilizar métodos emocionais e com apelo sexual.

Após conseguir a confiança da vítima, ocorre a segunda parte do crime, que inclui outros crimes. O golpista pode, por exemplo, extorquir a vítima para conseguir vantagens financeiras, forjar um encontro para conseguir forçar uma relação com ela (estupro) e, até mesmo, em alguns casos, cometer homicídio.

Você provavelmente já ouviu falar de um caso famoso de catsfishing, envolvendo o jogador de vôlei italiano Roberto Cazzaniga. Ele passou 15 anos acreditando namorar a modelo brasileira Alessandra Ambrósio, o que lhe custou muito dinheiro.

COMO SE PREVENIR DESTE GOLPE

Este é um golpe muito perigoso e com várias consequências para a vítima, pois pode causar tanto danos financeiros como danos emocionais, tais como ansiedade, estresse pós-traumático e depressão.

Por isso, para evitar essa situação tão delicada, é necessário que você tome alguns cuidados ao conhecer uma pessoa pela internet. Procure sempre amigos em comum, confira se as fotos têm outras pessoas com ela (dificulta a utilização de photoshop), pesquise a pessoa no google, peça para fazer chamada de vídeo, evite conteúdo íntimo nas conversas, jamais passe dados bancários ou pessoais, e, se for encontrar com ela, marque em um local movimentado e, se possível, vá acompanhado por um amigo.

Além disso, você também pode ser a vítima caso o golpista estiver usando suas fotos e dados. Para impedir ou dificultar que isso aconteça, mantenha seus perfis fechados nas redes sociais, não aceite conexões com qualquer pessoa e não envie esse tipo de informação para qualquer um.

CONCLUSÃO

Com o crescente uso da internet, conhecer e se relacionar com pessoas no mundo virtual tem se tornado cada vez mais comum. Com isso, a ocorrência de crimes virtuais como o catfishing também tem aumentado, principalmente em redes sociais e sites de relacionamento.

É necessário tomar muito cuidado para não ser vítima destes golpistas que se utilizam de perfis falsos para conquistar a confiança das pessoas e obter diversos tipos de vantagens – por meio de outros crimes como a extorsão e o estelionato.

Caso você seja uma vítima, busque imediatamente um advogado criminalista de sua confiança para te ajudar a resolver o caso.

O que você achou desse artigo? Acompanhe e deixe seu comentário! Você também pode deixar uma avaliação no Google, dizendo o que achou do artigo.

Quer saber mais sobre algum tema do Direito Penal? Deixe também sua sugestão!

D. Ribeiro é Advogado Criminal na Capital – SP – Brasil, e possui também um canal no Youtube chamado Notícias do Ribeiro, para falar direto comigo basta clicar aqui 👉 https://wa.me/5511954771873

Categorias:

7 Comments

Deixe uma resposta para noticiasdoribeiro Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s