COMO É FEITA A VOTAÇÃO NO TRIBUNAL DO JÚRI

Quem participa da votação e vários outros aspectos.

Se você vem acompanhando nosso blog, já sabe bastante sobre o Tribunal do Júri. Caso você seja novo por aqui, não deixe de conferir nossos conteúdos anteriores, pois explicamos o que é este tribunal e quais crimes são julgados por ele, como é o procedimento, quem participa do julgamento e vários outros aspectos.

Falaremos hoje sobre a votação, pelos jurados, dos quesitos elaborados pelo juiz, como previsto nos artigos 482 a 491 do Código de Processo Penal (CPP).

A VOTAÇÃO

A votação ocorre na sala secreta, onde estarão presentes somente o juiz, o conselho de sentença (sete jurados), o escrivão, a acusação e a defesa. Durante este procedimento, não pode haver qualquer tipo de comunicação que perturbe a votação.

Os quesitos são perguntas que o juiz, presidente do júri, faz aos jurados sobre os fatos do crime que está sendo julgado. A votação, então, é a resposta a estes quesitos.

Os jurados recebem duas cédulas para cada pergunta, uma delas contendo “sim” e a outra “não”. A votação ocorre de um quesito por vez e, para cada quesito, o jurado deve responder “sim” ou “não”, depositando a respectiva cédula na urna.

É importante relembrar que o voto será sempre secreto. Como explicamos em artigo anterior, o sigilo das votações é um dos princípios que regem o Tribunal do Júri.

A contagem dos votos é feita até atingir a maioria de “sim” ou “não”, de modo que é impossível saber como cada jurado votou, seja qual for o resultado.

OS QUESITOS

Os quesitos serão elaborados pelo juiz, levando em consideração todo o processo: as decisões anteriores, os interrogatórios e as alegações da acusação e da defesa.

Conforme o artigo 483 do CPP, o primeiro quesito será sempre sobre a materialidade do crime, ou seja, se ele aconteceu.

O segundo será sobre a autoria ou participação, isto é, se o acusado cometeu aquele crime.

Caso mais de 3 (três) jurados votem “não” para o primeiro ou o segundo quesitos, a votação é encerrada e o acusado absolvido, pois isso significa que a maioria dos jurados entende que o crime não ocorreu, ou, tendo ocorrido, que não foi o acusado que o cometeu.

Mas, se a maioria responder “sim”, prossegue-se com o terceiro quesito, que será sempre igual: “O jurado absolve o acusado?”.

Aqui, caso mais de 3 (três) jurados votem “sim”, a votação também será encerrada e o acusado absolvido. Mas, se os jurados decidirem pela condenação, haverá a votação dos quesitos sobre causas de diminuição da pena, atenuantes, causas de aumento e qualificadoras.

CONCLUSÃO

A votação é uma das etapas mais importantes do procedimento no Tribunal do Júri, pois é quando de fato há a decisão do julgamento. Os votos dos jurados que compõem o conselho de sentença é que decidirão, de fato, sobre a absolvição ou condenação do acusado.

O que você achou desse artigo? Acompanhe e deixe seu comentário! Você também pode deixar uma avaliação no Google, dizendo o que achou do artigo.

Gostaria de saber mais sobre algum tema do Direito Penal? Deixe também sua sugestão!

D. Ribeiro é Advogado Criminal na Capital – SP – Brasil, e possui também um canal no Youtube chamado Notícias do Ribeiro, para falar direto comigo basta clicar aqui 👉 https://wa.me/5511954771873

Categorias:

7 Comments

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s