CRIMES FINANCEIROS: CAIXA DOIS

Semana passada, aqui no blog explicamos melhor o que era crime de evasão de divisas e contamos um dos maiores escândalos ocorrido no Brasil envolvendo este delito, o caso de Banestado.

Hoje falaremos melhor sobre caixa dois. Siga conosco para entender como funciona este crime.

O QUE É CAIXA DOIS?

O crime de Caixa Dois pode ser definido como uma quantia não declarada às autoridades, gerando um caixa paralelo. Essa conduta também está relacionada com a forma de pagamento ou recebimento de determinada quantia, podendo resultar em outras práticas como sonegação de imposto, corrupção e lavagem de dinheiro.

O caixa dois em meio eleitoral, é a prática de empregar recursos não declarados na forma exigida pela lei eleitoral em campanhas. Ou seja, é o dinheiro que os candidatos gastam para realizarem suas campanhas ocultando da Justiça Eleitoral. Essa conduta pode configurar abuso de poder econômico e causar desequilíbrio em relação aos demais candidatos.

A prática de Caixa 2 pode ser interpretada em diferentes categorias:

PRISÃO DE SÉRGIO CABRAL

Em 2017, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral foi preso na Operação Calicute, um desmembramento da Operação Lava Jato, acusado de receber propina em troca de concessões para construtoras em obras pública, como a reforma do estádio do Maracanã e do Arco Metropolitano..

Segundo a polícia, o esquema também desviava dinheiro das obras públicas, sendo calculado que o valor desviado chegava a 340 milhões de reais. Nesse caso de caixa dois, os crimes cometidos pelo réu Sérgio Cabral se enquadraram em desvio de verba, lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa.

CONCLUSÃO

O caixa dois é um recurso muito comum e utilizado por empresas que estão envolvidas em casos de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e sonegação fiscal. Além disso, é um delito muito cometido no âmbito das eleições para que candidatos utilizem uma verba além daquela declarada em suas campanhas.

Quer saber mais sobre algum caso ou assunto? Deixe sua sugestão!

Você também pode deixar uma avaliação no Google, dizendo o que achou do artigo.

D. Ribeiro é Advogado Criminal na Capital – SP – Brasil, e possui também um canal no Youtube chamado Notícias do Ribeiro, para falar direto comigo basta clicar aqui 👉 https://wa.me/5511954771873

Categorias:

2 Comments

  1. Vícios de autoridades parlamentares, onde se detecta e pune poucos e a faz com que as impunidades nunca diminuem e muito menos se acabem.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s